Vitrectomia posterior é a modalidade de cirurgia para tratamentos de doenças do Vítreo (substancia transparente que preenche a cavidade ocular) e da Retina, com descolamentos de retina, buracos maculares, membranas epirretinianas, retinopatias diabéticas, entre outras.

Procedimento pode ser realizado um clinicas sob anestesia local, por um retinólogo e demora em média de 1 a 2 horas.

O paciente dever permanecer de repouso por 15 dias e retornar as atividades após 60 dias.

A complicação mais frequente é o descolamento de retina primário ou recorrente, sendo então necessário nova cirurgia.